Casa da Família Forjaz Lacerda de Carvalho

Dos finais do século XVIII pertenceu à família do último Sargento-mor das Velas (1830) João Silveira de Carvalho casado com D. Ana Brum da Terra e Silveira, descendentes do povoador da Calheta, Vicente Dias que exerceu o lugar de escrivão da provedoria e resíduos em 1562-3. Foi adquirida, em 1957, pela Lusitânia Club Recreio Velense, a herdeiros de João Silveira Forjaz de Lacerda e Carvalho, diretor, proprietário e redator do periódico impresso na Fajã de Santo Amaro o “Respigador”, professor de português na Escola Primária de Santo Amaro.

Nesta associação funcionou a filarmónica Liberdade, de 1926 a 1978, cujos instrumentos pertenciam à família Teixeira Soares. Voltou a atuar a partir de 1985. Contou, também, nos primeiros 25 anos, com um grupo de teatro.

Morada
Rua dr. João Teixeira