O que precisa saber para viajar para os Açores

O arquipélago dos Açores é constituído por nove ilhas divididas em três grupos: Grupo Ocidental (Corvo e Flores); Grupo Central (Faial, Graciosa, Pico, São Jorge e Terceira); Grupo Oriental (Santa Maria e São Miguel). Enquanto destino turístico, está especialmente vocacionado para o turismo de Natureza com atividades ao ar livre, tais como, caminhadas, mergulho, observação de cetáceos, entre outros.

Aqui pode encontrar uma natureza intacta, com paisagens de tirar o fôlego, lagoas incríveis, crateras vulcânicas extintas, cascatas de água quente, fumarolas e muito mais!

Recomendações para uma Viagem Segura aos Açores

Boas práticas para uma estadia segura

  • Uso de máscara em áreas de utilização comum
  • Distanciamento físico aconselhável de 2 metros
  • Lavagem das mãos com água e sabão ou desinfectante à base de álcool
  • Seguir as regras de etiqueta respiratória

Programa Clean and Safe Açores

  • O Governo dos Açores, em articulação com as entidades representativas do setor, implementou o programa Clean & Safe Açores por forma a garantir a segurança necessária no âmbito das medidas de combate à disseminação do vírus SARS-CoV-2 (clean-safe.azores.gov.pt)

  • Todas as entidades que aderiram ao programa utilizam o selo.

Linha de Apoio para esclarecimento de dúvidas
esclarecimentocovid19@azores.gov.pt
(+351) 800 29 29 29

Antes da viagem

Os viajantes deverão preencher:

  1. O Questionário de Avaliação do Risco e Deteção Precoce - Açores em Segurança disponível aqui

  2. Declaração à chegada aos Açores disponível em destinoseguro.azores.gov.pt.

Para visitar os Açores é obrigatória a realização do teste de despiste SARS-CoV-1, aconselhando-se à realização do mesmo nos países de origem nas 72 horas do voo do aeroporto de origem:

  • Os viajantes com origem em Portugal Continental e na Região Autónoma da Madeira podem efectular GRATUITAMENTE os referidos testes de despiste em laboratórios convencionados pelo Governo dos Açores, cuja listagem se encontra disponível aqui ou no site destinoseguro.azores.gov.pt

  • Nos restantes casos, os viajantes terão que apresentar à chegada aos Açores a declaração em papel com o resultado NEGATIVO do teste de despiste, fazendo referência explícita à data e hora do resultado, bem como à utilização da metodologia RT-PCR, sem a qual o mesmo não será aceite

  • Na impossibilidade de realização antecipada, podem realizar o teste à chegada aos Açores, de forma gratuita.


Aconselha-se, também, a consulta das recomendações da companhia aérea na qual vai viajar