Pico

Experiências

A observação de cetáceos é o prolongamento natural da tradição baleeira da ilha, agora adaptada aos tempos modernos. As águas do Pico são apropriadas para a prática da vela ou de caiaque e um passeio de barco permite observar o recorte da costa, ideal para a pesca de rocha ou o mergulho. Várias piscinas naturais em pontas de lava e mar azul cristalino convidam a um banho de mar.

A subida à Montanha é empreendimento ao alcance de todos, mas que exige alguma preparação física e mental, bem como calçado e vestuário adequado. Uma escalada com guia permite conhecer em pormenor a vegetação, que varia com a altitude e a história do maior vulcão dos Açores. Ida e volta duram, no mínimo, quatro horas. Alguns operadores turísticos propõem pernoitar no topo da montanha, para apreciar o pôr-do-sol e os primeiros raios do alvorecer.

O túnel lávico da Gruta das Torres permite vivenciar o mundo subterrâneo da ilha tomando como ponto de partida o seu bem apetrechado centro de visitantes. A espeleologia tem terreno fértil no Pico, graças às dezenas de cavidades vulcânicas existentes, como as de Frei Matias, dos Montanheiros ou de Henrique Maciel, possíveis de explorar com o auxílio de guia e equipamento especializado.

A bem estruturada rede de percursos pedestres da ilha e passeios de bicicleta, de burro e a cavalo permitem desfrutar calmamente da paisagem. O entusiasmo atinge picos de adrenalina ao comando de uma BTT, moto4 ou cross-kart, ou a praticar escalada nalgumas secções já preparadas para o efeito.

Destaques